4.3/5 - (139 votes)

Cuidado na imigração EUA! Siga esse passo a passo para não ser barrado na imigração americana.

Se você quer viajar ou está com viagem marcada para os Estados Unidos, já deve ter ouvido falar da famosa e temida imigração americana. Mas no fundo, no fundo, você sente que não sabe bem o que é isso, não sabe como funciona, como você deve agir, o que não pode fazer, o que precisa levar e principalmente, ouvir o relato de alguém que acabou de passar por uma imigração EUA. Prepare-se, porque toda a tensão criada na sua cabeça para esse momento tão decisivo está a um texto de se dissipar.

 

O que é imigração?

Imigração EUA nada mais é do que a análise de um indivíduo que deseja entrar em um país que não é o seu. É aquela entrevista de gelar a espinha que nos aguarda assim que descemos do avião para pisar em solo americano, por exemplo.

Por falar em solo americano, antes de pisar lá fique atento às dicas de inglês e viagem abaixo:

 

 

Para que serve a imigração EUA?

Aí, você faz a mesma pergunta que fazia para a professora de matemática na quarta série, quando ela explicava aquelas expressões sem fim:

 

Vídeo Completo:
Pra que serve essa tal de imigração?

Basicamente, a imigração EUA serve para saber as suas reais intenções de entrar nos estados unidos. Se o seu visto é de turista, eles vão querer ter certeza de que você vai como turista, e não para trabalhar ou estudar, por exemplo. Eles querem se certificar de que você vai voltar para o Brasil e, principalmente, se tem recursos para se manter no país deles.

Serve também para ter o controle de quem entra e quem sai do país deles, garantindo a segurança tanto dos seus habitantes e também dos visitantes.

 

Imigração EUA como funciona?

É assim: você está lá tranquilamente no avião, curtindo o seu voo, quando a comissária pergunta:

– American?

Como você vai responder “No”, ela vai te dar um formulário chamado “U.S Customs and Border Protection”. Você vai preencher o formulário dentro do avião mesmo e guardá-lo junto com seus documentos porque vão pedir na hora da entrevista.

Caso a companhia aérea não entregue o formulário dentro da aeronave, os passageiros devem pegar o seu antes de entrar na fila da imigração, em uma parede cheia deles. Não se preocupe em se perder porque todos irão para o mesmo lugar. É só seguir o fluxo e escolher a fila para estrangeiros (non-immigrant visitors).

Depois disso, você tem duas opções: preencher o formulário antes de entrar na fila da entrevista ou fazer como eu: preencher na fila mesmo com aquela pressa toda.

 

Como preencher o formulário da imigração americana

Essa é a cara do formulário da alfândega americana:

 

Formulário da imigração EUA

 

Normalmente, no avião entregam o formulário em português para os brasileiros, mas dessa última vez peguei o formulário em inglês. Se isso acontecer com você, não se preocupe porque é exatamente a mesma coisa. Se quiser, pode até levar uma colinha de casa.

Ah, se você estiver viajando com família, é um formulário só. Meu marido e eu, por exemplo, preenchemos apenas um para os dois.

 

Como se comportar depois de desembarcar?

 

Primeira viagem de avião: o que você precisa saber?

 

Depois que você sair do avião e estiver com o seu formulário preenchido em mãos, não vai me arrumar problemas com a polícia que fica de guarda por lá. Você precisa respeitar algumas regras fundamentais enquanto aguarda a sua vez:

Pelo amor, não vai me tirar foto na fila da imigração EUA. De jeito nenhum! Eu quase tive um treco nesta minha última viagem porque o meu marido se esqueceu desse detalhe e estava tirando foto para você vê como é. Só me lembro dele falando baixinho e nervoso que a policial chamou atenção dele.

Não use o celular também! Chamadas telefônicas não são permitidas nesta área e podem até ser confiscadas. Na verdade, é de bom tom evitar usar quaisquer eletrônicos na área de imigração e inspeção.

Depois do susto que passei, terminei de preencher o nosso formulário e aguardei a minha vez na fila.

Faz um favor para a humanidade: fique com o seu passaporte na mão ou em um lugar bem fácil de pegar, porque você vai precisar mostrá-lo toda santa hora! E nem pense em perdê-lo ou esquecer em algum lugar, caso contrário você está frito!

 

BAIXE OS DOCUMENTOS PARA USAR
NA IMIGRAÇÃO 

 

Dica de ouro para viajantes de primeira viagem

No mês que antecede sua viagem, compre uma pasta transparente pequena, tamanho meio ofício, para colocar todos os documentos necessários. Como você vai ler a seguir, a lista é bem grande, e ter tudo em um lugar só é um uma prática muito comum, e um alívio para você também.

Leve uma caneta também. Não se esqueça disso, ok?

 

Documentos para a imigração EUA

  • Passaporte
  • Passagem de ida e volta (aquela confirmação que a cia aérea envia por e-mail)
  • Reserva dos hotéis / pousadas onde vai se hospedar
  • Se possível, carta da empresa confirmando que você trabalha lá
  • Holerites / contra-cheques dos três últimos meses (se estiver empregado)

*Não é comum, mas já tive relatos de pessoas que tiveram esta abordagem.

 

 

Imigração EUA – Carta da Empresa onde trabalha
[ DOWNLOAD DO MODELO 1 ]

 

  • Comprovante de compra do dólar. 
  • Comprovante de bens no Brasil (carro, casa, empresas, etc)
  • Comprovante de aluguel de carro (se for o caso)
  • Roteiro (se viagem de turismo)
  • Comprovante do seguro de vida
  • Se vai ficar na casa de um amigo, carta convite desse amigo

 

 Imigração EUA – CARTA CONVITE
[ DOWNLOAD DO MODELO 2 ]

 

  • Certidão de casamento se, assim como eu, o passaporte vencido que contém o seu visto estiver com o nome de solteira (porque o meu passaporte atual está com o nome de casada).
  • Cartão de crédito internacional (se tiver), dólar ou extrato da sua conta corrente para, se for o caso, comprovar que pode se manter durante o tempo que estiver lá.
  • Comprovante de matrícula em escola, faculdade, universidade, etc.

*Resumindo, as provas do seu vínculo com o Brasil e de que você vai voltar para sua terra.

 

Claro, como você é uma pessoa prevenida, vai levar com você esses documentos para o caso de pedirem um comprovante ou outro. Mas, a verdade é que talvez você nem vá precisar de nada disso. Se isso acontecer, lembre-se da lei de Murphy e do ditado: “É melhor prevenir do que remediar”.

 

10 perguntas frequentes na imigração EUA

Agora que você já está preparadinho para a famosa entrevista da imigração EUA, tenha em mente o seguinte: só responda ao que o oficial perguntar; e só mostre o que o oficial pedir. Nada de sair falando demais para mostrar confiança e nem pegar documento que ele nem quer saber, ok?

Você, sinceramente, não precisa acreditar nesse drama todo que criam em volta da imigração se você estiver sendo honesto com suas respostas e motivo da viagem. De verdade, a imigração EUA não é um bicho de sete cabeças se você consegue provar tudo o que diz.

Fique calmo, respire fundo e vá até o guichê da vez.

Se você estiver acompanhado de membro da família, vocês vão juntos para o guichê. Eu fui junto com o meu marido dessa última vez, e foi uma entrevista só para nós dois. E sim, uma pessoa pode responder por toda a família caso se sintam inseguros com o inglês.

Assim que cheguei no guichê, o oficial já pediu o meu passaporte com o visto, o meu passaporte atual e o passaporte do meu esposo. É neste momento que começam as perguntas da imigração EUA.

Se você conseguir responder às 4 primeiras com convicção, é sério, não precisa esquentar a cabeça.

 

as perguntas mais frequentes na imigração EUA

 

1. What is the purpose of your visit? (Qual o motivo da sua viagem?)

Aqui você deve responder se é tourism (turismo) ou business (trabalho) ou study (estudos). Claro que o seu tipo de visto, pensado bem antes, deve condizer com sua resposta.

 

2. How long are you staying? (Quanto tempo irá ficar?)

Responda de acordo também. Fifteen days? Two weeks? One month? Caso o oficial peça para ver as passagens aéreas para provar que o que você está falando é verdade, é hora de abrir a sua pastinha. Se ele não perguntar, nem pense em mostrar.

 

3.  Where will you be staying? (Onde você vai ficar?)

Aqui você deve responder se vai ficar in a hotel ou at a friend’s house.

 

4. What is your final destination? (Qual é o seu destino final?)

Só dizer a cidade para onde você vai. O oficial pergunta isso porque a imigração acontece no primeiro desembarque nos EUA, ou seja, no seu voo de conexão e não no seu destino final.

Por exemplo, eu ia rodar a Califórnia todinha de carro, visitar várias cidades, fazer cursos e passear. Mas me contentei em dizer simplesmente:

San Francisco

Sem muitos risinhos e gracinhas. Esse é um ambiente formal e não é a hora de você treinar o seu inglês com um oficial da imigração EUA.

 

5. What is your job? (Qual a sua profissão?)

Responda com a sua profissão no Brasil. Seja objetivo:

– I’m a designer (e se perguntar onde trabalha, continue com a frase) and I work for HP.
– I’m a teacher (e se perguntar onde trabalha, continue com a frase) and I work for a bilingual academy.

 

6. How much money do you have? (Quanto você tem de dinheiro?)

Faça os cálculos com antecedência de mais ou menos quanto de dinheiro é preciso para comer e se transportar por dia. Na minha imigração na Inglaterra, por exemplo, eu estava com 200 libras na carteira, cartão de débito pré-pago e cartão de crédito para ficar 15 dias. Essa foi uma das 369 perguntas que me fizeram e eu respondi o seguinte:

– 200 pounds in cash, credit and debit card.

Se você estiver com muito dinheiro com relação à quantidade de dias que vai ficar, pode parecer suspeito. Da mesma forma, se você estiver com muito pouco, vai parecer suspeito também, porque você precisará se manter de alguma forma. O limite para passar pela alfândega americana é de dez mil dólares, mas essa sinceramente não é uma preocupação minha, porque o dia que eu tiver dez mil dólares….

Não me fizeram essa pergunta na semana passada quando passei pela imigração EUA, mas se fizessem, eu responderia:

– 1500 dollars in cash and credit card.

 

7. Do you know someone in the USA? (Você conhece alguém nos EUA?)

Seja sincero. Se conhece alguém que seja próximo, diga a verdade. Se, como eu, conhece alguém com quem trabalhou há dois anos e tem contato só algumas vezes e, ainda por cima, a pessoa mora na Flórida (bem longinho da Califórnia, para onde eu ia), não abra a boca porque não faz a menor diferença.

 

8. Are you traveling alone? (Você está viajando sozinho?)

Aqui é para o caso de você passar sozinho na imigração ou viajar com um amigo ou grupo deles. Amigos não passam juntos na imigração. Só família.

Por exemplo, quando fui para a Inglaterra, ia encontrar o meu amigo lá. O voo dele chegou em horário diferente do meu. O oficial me perguntou isso também e falei estava sozinha.

 

9. Can I see your reservations? (Posso ver suas reservas?)

Se o oficial perguntar isso a você, use a tal pastinha e pegue as reservas que você imprimiu (hotel, passagem, carro, carta do seu amigo se você for ficar na casa dele, etc.).

 

10. Have you been to USA before? (Você já esteve nos EUA antes?)

Yes ou No question! Fácil demais 🙂

 

Imigração americana

Passei pela imigração em Chicago, e foi a imigração mais tranquila que já experimentei. O oficial me fez três perguntas:

1. Se meu marido e eu estávamos juntos

Sim, estávamos. Então passamos juntos pela imigração.

 

2. Para onde eu estava indo

San Francisco (meu voo de conexão foi em Chicago. Logo, a minha imigração foi lá também).

 

2. Quanto tempo ficaria nos EUA

Fifteen days (eu acabei especificando quantos dias em quais lugares, mas isso é totalmente desnecessário).

 

O que precisei mostrar na imigração EUA

Nada! Como aconselho ali em cima, levei todos os documentos que comprovam as respostas às possíveis perguntas do oficial da imigração, mas como ele não pediu nenhum comprovante, eu não mostrei.

Na verdade, essa foi a primeira vez que não precisei mostrar nada. Nas outras vezes em que fui aos EUA precisei mostrar a carta da empresa (porque fui a trabalho) e também a reserva do hotel.

Na Inglaterra, mesmo sendo viagem de turismo, o oficial pediu para ver a carta convite da minha amiga (fiquei na casa dela) e também a carta da empresa onde eu trabalhava mostrando o vínculo com o Brasil. Por isso, é prudente não arriscar e levar os documentos com você.

 

O que acontece depois da entrevista?

 

Imigração EUA
Imigração EUA em Chicago

 

Veja a minha correria depois de passar pela imigração em Chicago

Depois que o oficial faz as perguntas, ele irá digitalizar suas impressões digitais. Ele pede sua left hand e faz um sinal mostrando como você deve colocar os dedos na máquina (são os quatro dedos juntos e depois o polegar). Depois, ele fala right hand, e você fará o mesmo processo com a mão direita. Então, ele vai tirar uma foto sua, e para essa foto precisa tirar os óculos.

Feito isso, Welcome to America! Você pega o seu passaporte e o formulário carimbados e vai lá na esteira pegar a sua mala para passar pela alfândega (custom) americana. Esse passo é o mais tranquilo porque você segue o fluxo, passa por mais um oficial que vai perguntar uma coisa ou outra, e vai deixar você seguir em frente. Para mim ele perguntou:

 

Why California?

E eu respondi:

It’s a dream!

– One luggage for both of you?

 

Eu respondi:

Yes.

Ele pegou o nosso passaporte e o formulário, (ele estava com menos paciência que o oficial que fez a entrevista) e nos mandou passar.

E agora é só partir pro abraço! Se esse é o seu destino final, é só sair do aeroporto. Se você está em conexão, precisa despachar novamente a sua mala e procurar o terminal do seu portão de embarque.

Não falo inglês como passar pela imigração EUA?

As perguntas, como você viu, são simples. O seu nível de inglês não precisa ser nas alturas para se virar. Mas, se você se sentir inseguro ou realmente não souber nada de inglês, eles têm intérpretes para te ajudar.

 

Devo ficar nervoso?

Eu sempre fico porque sou tonta, e provavelmente você vai ficar também. Mas a verdade é que se você está correto com o motivo da sua viagem, não tem, de verdade, motivo para nervosismo. O oficial vai olhar sua documentação, confirmar que você não é nenhuma ameaça para a segurança nacional e te liberar.

 

Como passar pela imigração EUA

 

O máximo que pode acontecer é você ser convidado para ir a uma sala para responder mais perguntas. Mas isso acontece 1 em 982 vezes! E é para esclarecimento mesmo.

Isso significa que você deve encarar a imigração como um procedimento normal, que garante, inclusive a sua segurança.

Você já passou por alguma imigração? Como foi? Se ainda não viajou, existe outra coisa que você deseja saber? Qual é a sua maior preocupação?

 

Agora que você já leu um dos materiais mais completos da internet sobre o assunto, eu quero muito pedir um favor para você: divulgar este artigo com o maior número de pessoas que você puder, não para fins de divulgação em si, mas sim para ajudar o máximo de pessoas a quebrar esse mito e medo da imigração. Porque se seguirmos os passos apresentados, realmente não há o que temer.

Além disso, muitos blogs têm medo de falar algumas coisas que eu falei aqui porque parece antiético, mas eu prefiro ajudar meus leitores a parecer boazinha diante de qualquer órgão ou empresa.

Um beijo bem grande, espero você 🙂